COOPERATIVA AGROPECUÁRIA CENTRO SERRANA

ROD. PEDRO COLA, KM 4,5 - (28) 3546-1566

VENDA NOVA DO IMIGRANTE - ES

CNPJ: 27.942.085/0042-51

Marcos Tomazini

BATEIA, CASTELO-ES

COMUNIDADE NO MUNICÍPIO DE CASTELO, A APROXIMADAMENTE 160 KM DE VITÓRIA, O DISTRITO TEM ESSE NOME DEVIDO A UM UTENSÍLIO DE MADEIRA CHAMADO BATEIA, UTILIZADO PARA MINERAR OURO, QUE ERA ABUNDANTE NA REGIÃO POR VOLTA DE 1900, QUANDO FOI COLONIZADA POR IMIGRANTES ITALIANOS. ATUALMENTE, O OURO ALI É OUTRO, SEUS GRÃOS DE CAFÉ CULTIVADOS POR PRODUTORES CAPIXABAS QUE, DE TÃO CAPRICHOSOS, TÊM GANHADO ESPAÇO NO MERCADO MUNDIAL COM SEUS CAFÉS.

 

SÍTIO TOMAZINI

 

O PRODUTOR MARCOS TOMAZINI, 47, ESTÁ NO DISTRITO DE BATEIA DESDE QUE NASCEU. APÓS SE CASAREM PRÓXIMO DALI, NA COMUNIDADE DE PEDRGULHO, SEUS PAIS, ANTONIO TOMAZINI E ERZÍLIA, CHEGARAM À REGIÃO EM 1957, ONDE FORMARAM, FORMARAM A FAZENDA JUNTO COM UM FAMILIAR E TIVERAM OITO FILHOS. A MATRIARCA DA FAMÍLIA, DONA ERZÍLIA, LEMBRA QUE A CAFEICULTURA SEMPRE PREVALECEU NA PROPRIEDADE. “TIVEMOS MILHO, FEIJÃO, MAS SEMPRE FOI MAIS O CAFÉ”.


HOJE, MARCOS CUIDA DE SUA PARTE NAS TERRAS AO LADO DA MULHER, LUCIENE, E DOS TRÊS FILHOS, WESLEY, 21, KAÍQUE E EZEQUIEL, 3. OS MAIS VELHOS SE DIVIDEM ENTRE OS ESTUDOS E A AJUDA AOS PAIS. 


TRÊS COLONOS ESTÃO SEMPRE COLABORANDO NA LAVOURA. ENTRETANTO, O TRABALHO DE PÓS-COLHEITA, DESPOLPA E OUTROS CUIDADOS DOS LOTES ESPECIAIS SÃO REALIZADOS PELO PAI,  SEU ANTÔNIO, QUE MEXE O CAFÉ DE OITO A 10 VEZES POR DIA. 
ATUALMENTE, O CUIDADO DA FAZENDA PASSA PELA CERTIFICAÇÃO FAIRTRADE, QUE ESTÁ SENDO TRABALHADA JUNTO COM A COOPERATIVA. ESSA CERTIFICAÇÃO ASSEGURA AOS CONSUMIDORES QUE OS PRODUTOS ADQUIRIDOS RESPEITAM NORMAS SOCIAIS, ECONÔMICAS E AMBIENTAIS ESPECIAIS.


SOBRE OS CUIDADOS COM A TERRA, NUTRIÇÃO E LAVOURA, MARCOS PASSA SEGURANÇA.  “A PARTE TÉCNICA EU CONHEÇO BEM, MAS SEMPRE QUE PRECISO CUIDAR DE ALGO, TEM O TÉCNICO DA COOPEAVI QUE FAZ AS ANÁLISES PARA MIM, SEMPRE ESTÃO PRESENTES. O MERCADO ESTÁ BOM, EM 2018 A QUALIDADE FOI BOA E OS PREÇOS TAMBÉM. ACREDITO QUE VAI CONTINUAR. SE FIZER CAFÉ BOM, CONTINUA ASSIM”, AFIRMA. 


VARIEDADES DE ALTA QUALIDADE E DOÇURA


QUATRO FLORADAS ACONTECEM NA PROPRIEDADE E A COLHEITA COMEÇA EM JULHO E VAI ATÉ DEZEMBRO. JÁ A DESPOLPA SÓ VAI ATÉ NOVEMBRO. ESSA UNIÃO DE FORÇAS DÁ CONTA DE MAIS DE 200 SACAS DE BEBIDA ESPECIAL PRODUZIDAS A CADA ANO NO SÍTIO TOMAZINI. “MAS, JÁ TEVE VEZES EM QUE A GENTE PRODUZIU QUASE 300 SACAS DE BEBIDA ESPECIAL” RELATA COM ALEGRIA O PRODUTOR.


GRANDE PARTE DOS 50 MIL PÉS DE CAFÉ SÃO CATUAÍ 81. “TEMOS DUAS MIL COVAS DE CATUCAÍ 785 E DELAS BEBEMOS CAFÉ DE QUALIDADE, ALÉM DE TER PRODUTIVIDADE E RESISTÊNCIA A FERRUGEM. JÁ DO ARÁBICA PARAÍSO, TEMOS MIL E QUINHENTAS QUE AINDA NÃO BEBI LOTE SEPARADO PARA PROVAR BEBIDA DE QUALIDADE, MAS TEM APRESENTADO RESISTÊNCIA E PRODUTIVIDADE”, CONTA O CAFEICULTOR.


ELE EXPLICA QUE, COMO O PERÍODO DE COLHEITA E TRATAMENTO PÓS-COLHEITA EM JULHO E AGOSTO É BEM ÚMIDO E SEMPRE HÁ MUDANÇA DE TEMPO, É MAIS DIFÍCIL SECAR OS GRÃOS. “MEU IRMÃO TEM UM SECADOR INDIRETO USAMOS COM ATÉ 40 GRAUS NA MASSA DO CAFÉ. O TERRENO FICA FRIO E TEM POUCO SOL, ENTÃO NÃO SECA DE JEITO NENHUM. USAMOS TAMBÉM O TERREIRO SUSPENSO PARA O CAFÉ DE QUALIDADE NESSA ÉPOCA, MAS NEM TODO CAFÉ A GENTE CONSEGUE”, EXPLICA MARCOS.

INFORMAÇÕES DA FAZENDA

 

Altitude

900 a 1100 m

Processo de produção

Colheita seletiva

Área Plantada

50.000 pés

Variedade do lote

Catuaí 81, Catucaí 785 e Paraíso

Processamento

Via Úmida - Cereja Descascado

Secagem

Terreiro Coberto, parte Suspenso

Época de Colheita

Julho a Novembro